Como o italianSpeed Portugal teve de chegar ao fim

É com imenso desgosto que me vejo obrigado a terminar com o site italianSpeed Portugal e tudo o quanto significou para mim depois de 4 anos de trabalho.

Como qualquer negócio, existem riscos envolvidos mas quando iniciei este projecto nunca pensei que após tanto esforço a construir o site de raíz, divulgá-lo e defender uma marca, a italianSpeed, que nem sequer era minha, iria ser traído pela fábrica.

Falta de suporte

A principal causa que me leva a terminar com esta parceria é a falta de suporte que a italianSpeed infelizmente e por razões desconhecidas começou a praticar em Setembro/Outubro de 2016.

Até esta data, o foco foi sempre lutar para a satisfação do cliente, que tudo corre-se o melhor possível numa indústria já por si complexa onde cada carro é um carro e cada um tem as suas nuances.

Mas a fábrica passou a utilizar uma postura de “as pequenas queixas dos clientes não têm importância” e entrou em conflito comigo por eu não concordar com esta atitude. O que a marca “italianSpeed” considerava “pequenas queixas” eram por vezes questões importantes e iniciou uma política de silêncio onde deixou de me responder a emails.

Esta situações foi-se degradando e agora no final de ano de 2017 simplesmente deixou de me responder a quaisquer questões que eu tenha colocado.

Mais grave ainda, foi eu ter efectuado encomendas, ter efectuado o pagamento como normal e não me terem sido feitos os envios das encomendas nem sequer me responderem aos imensos emails que enviei. Esta falta de atitude e ética profissional, deixou-me a braços com clientes claramente insatisfeitos, e a quem dou toda a razão porque é injustificável.

Mas quem é esta italianSpeed?

A italianSpeed é apenas uma marca entre tantas outras da empresa ExtremeEngineering SRL, uma empresa italiana que surgiu mais ou menos em 2008 e que conseguiu um bom sucesso através das vendas especialmente no eBay.

A relação qualidade / preço é muito satisfatória devido talvez aos processadores (até hoje nunca divulgados) que utilizam nos seus produtos. O suporte era na minha opinião um factor a favor, porque mal ou bem os tempos de resposta eram bastante bons e procuravam dar soluções.

Mas algo sempre me deixou descontente, que foi nunca haver possibilidade de falar telefonicamente com ninguém. Esta situação é sempre desconfortável porque os número que são “divulgados” são normalmente de um fax e nada mais. O único contacto possível sempre foi por email, o que se na maioria das vezes é suficiente, possibilita não responderem ou descartarem as mensagens e nada a fazer.

As marcas da ExtremeEnginnering SRL

Talvez a lista nem seja sequer completa, mas a ExtremeEnginnering SRL é composta por marcas como

  • italianSpeed
  • Drakebox
  • RacingBox
  • ExeDigitalTunning

e muito possivelmente algumas mais que nem sequer são do meu conhecimento.

Existem imensos domínios associados que são reencaminhados de um lado para o outro, muitos endereços de email de outros domínios e é complexo perceber todo o panorama do esquema montado.

O que sempre soube é que dentro da ExtremeEnginnering, que é uma pequena empresa, existem pessoas responsáveis por cada “marca” que trabalham quase de forma independente essa mesma marca.

No entanto, quando se visita os sites, é fácil perceber que são feitos de forma muito similar.

Os produtos em si também são muito parecidos, com preços muito parecidos e formas de funcionamento e expedição muito similares.

Os contactos vai dar sempre ao mesmo, um número de “suporte” que ninguém atende, ou o número de fax da ExtremeEnginnering SRL que vale o que vale nos tempos de hoje.

Deixar de trabalhar com a italianSpeed por uma questão de princípio

Quando construi o site italianSpeed Portugal, deixei bem claro que estaria sempre disponível para o atendimento ao cliente e que seria uma prioridade um bom suporte.

O meu número de telefone móvel ficou sempre disponível no cabeçalho do site, encontrei-me com muitos clientes pessoalmente e sempre dei a cara pelo produto porque mal ou bem sempre foi assim que aprendi a trabalhar.

Sempre fui contra estes sites “internacionais” que se baseiam num mesmo “motor” e depois têm traduções em diversas línguas, e onde não existe um contacto telefónico que realmente funcione. Existe sempre alguma desconfiança nestas situações.

Mas durante todo este tempo, atendi sempre clientes Portugueses que compraram nos mais variados sites e em último recurso ligavam para mim à procura de soluções.

Mas como neste negócio nunca poderia ser independente e tive sempre de depender da fábrica para a resolução de muitos problemas, a partir do momento em que não colocam o cliente em primeiro lugar mas sim e somente a venda em massa, deixa de fazer sentido para mim continuar.

Se é fácil tomar esta decisão? Não, claramente que não, porque iniciei este projecto numa altura de desemprego e tornou-se um ganha-pão.

A margem é muito pequena para o tempo gasto em suporte, manutenção do site, etc., mas foram 4 anos a trabalhar nisto e digo sinceramente, com satisfação!

O futuro

Nunca irei dizer a ninguém para deixar de comprar italianSpeed, Racingbox, DrakeBox ou ExeDigitalTunning porque cada um é livre de fazer as compras que bem entender.

Se fiquei desgosto com a forma como me passaram a tratar, claro que sim, sem dúvida! Se existem clientes que contactaram directamente o suporte deles e tiveram respostas vergonhosas, sim, é verdade.

Mas pessoalmente nunca irei compactuar com atitudes destas e prefiro dedicar o meu tempo a negócios onde posso responder a 100% e sem depender de absolutamente ninguém e onde o nível de satisfação é de 100%

E embora já tenha decido abandonar as boxes de potência, irei continuar na área automóvel com muito gosto e recomendar a todas as pessoas a descarbonização de motores onde os resultados são inquestionáveis.

Foi no entanto uma grande experiência de vida, trabalhar com uma empresa italiana que se mostrou extremamente falsa e que me deixou num situação constrangedora e problemática. São lições que a vida nos dá.

O pedido que vos faço

Como estas empresas têm uma visibilidade internacional, um pequeno artigo como este pouca influência tem. E por isso mesmo, pedia a quem ler este artigo que o partilhe nas redes sociais.

Não só para compradores, mas como para quem por vezes lida com o comércio internacional serve para demonstrar que nem sempre se pode confiar inteiramente em empresas deste calibre que se refugiam num endereço de email.

E caso alguém saiba mais alguma coisa e ou de marcas que a ExtremeEngineering trabalhe, agradeço que deixe esse comentário em baixo e que irei actualizar no artigo principal.

Obrigado pela atenção,

Luis Maia